Viajante de 9 anos escreve sobre nosso restaurante em Patagônia
Noticias
janeiro 23, 2017

Viajante de 9 anos escreve sobre o restaurante do explora Patagonia

Alex Reavey-Cantwell é um viajante de 9 anos que visitou o  explora Patagônia com seus pais e irmão mais novo. De volta das férias, seu professor lhe pediu para fazer um texto onde demonstrasse o que ele tinha aprendido a “arte” da crítica como gênero literário. Ele usou como inspiração a sua experiência no restaurante de nosso destino e este foi o resultado:

dessert at the restaurant

“Logo que entrei neste convidativo restaurante, fui recebido por suave música espanhola. Tinha um aroma de pão fresco e salsa inebriante. Quando eu e minha família entramos no restaurante, nós pudemos escolher que mesa nós preferimos (não tinha muita diferença entre as mesas, já que todas estavam impecáveis). Nós não tínhamos escolha, o único outro local ficava a umas cinco horas ida e volta. Não tivemos que esperar, nem uma das 8 vezes que jantamos lá! Assim que estivemos sentados, nos serviram imediatamente um prato de pão fresco e quente e nos entregaram o cardápio e a lista de vinhos. A comida mudava todos os dias, por quanto não ficávamos chateados das opções . Alguns minutos mais tarde, veio uma garçonete e nos perguntou o que gostaríamos de comer. Os chefs eram muito flexíveis com o que podiam preparar. Eles até permitiram a meu irmão e a mim pedir massas com queijo parmesão, mesmo que não tinham massas no menu! As massas foram uma mistura perfeita de manteiga, e queijo parmesão. Minha mãe pediu uma salada de três quinoas, e além das massas, meu irmão desfrutou de uma salada verde  com molho de balsâmico (também tinha queijo parmesão). Meu pai engoliu uma torta de queijo de cabra, uma salada com  molho citrino e por último, mas não menos importante, um risotto de cogumelos. Para a sobremesa eu comi uma crepe de chocolate. Tinha uma cobertura amarga com uma suave e doce creme de chocolate como a seguinte camada e uma substância dura, crocante, e branca como recheio. Meu irmão comeu a mesma sobremesa que eu. Para sobremesa meu pai devorou um bem merecido creme brulee. Para minha mãe trouxeram uma grande tigela de sorvete de maçã. Penso que este restaurante merece uma classificação de cinco sobre cinco estrelas! Se você alguma vez viaja para a Patagônia não deixe de experimentar este fabuloso restaurante.”

Base of the Paine Towers- Family

 

Além da comida, Alex adorou as explorações que ele fez durante a sua estada no explora. Ele saiu a cavalgar, alcançou a base das torres, e o que ele mais gostou foi o trekking Glaciar Frey Campamento Guardas. “Gostei do Guardas porque senti que todo o esforço para subir as rochas, e atravessar as cachoeiras, foi completamente recompensado ao chegar até a deslumbrante vista panorâmica, que parece algo saído de um museu de arte”, disse Alex.

 

Subscreva a explora News. Receba nossas notícias todos os meses.