Os guias do explora Atacama estão-se preparando
Noticias
setembro 23, 2016

Os guias do explora Atacama estão-se preparando para janeiro 2017

Durante dez dias, os nove escolhidos para liderar as explorações em Atacama foram submetidos a um treinamento de dez horas por dia. Atualmente, eles continuam-se preparando em destino.

Guías Atacama

São às quatro horas da tarde em Colunquén, a fazenda localizado na quinta região do Chile, onde explora cria e trena os seus cavalos e, onde é realizada a escola de guias. Nove pessoas assistem atentas a uma apresentação. Parece uma sala de aula onde os alunos tomam notas e fazem perguntas ao gerente de sustentabilidade, que apresenta os diferentes projetos que explora desenvolve para a conservação ambiental e a preservação das comunidades locais. A apresentação seguinte será sobre a história do Chile. Os dias anteriores os temas foram: flora e fauna do país, a filosofia do explora, geologia, entre outros.

Uma experiência intensa

José Miguel (Santiago, Chile) é um advogado e um dos próximos guias de explora Atacama. Algum tempo atrás ele estava à procura de um trabalho que o inspirara. Ele se candidatou, e foi superando as fases de seleção e agora está na escola de guias. “Foi uma experiência muito enriquecedora. É um monte de informações em pouco tempo, mas quando uma pessoa faz o que o apaixona, não fica tão cansado”, diz ele.

Valeria (Salta, Argentina) também sentia o mesmo. Ela estudou administração de empresas e no último tempo o seu trabalho de escritório lhe dificultava fazer o que ela realmente gostava. Na busca por um emprego que lhe permitisse combinar o esporte e a natureza, e ser capaz de se relacionar com as pessoas, ela encontrou explora. “Eu senti que este trabalho era para mim”, diz a salteña, que reconhece que a experiência na escola de guias é totalmente diferente do que ela tem feito antes.

Disciplina ao serviço da aprendizagem

Campamento de la Escuela de Guías

O acampamento intensivo da Escola de Guias em Colunquén inicia suas atividades às sete horas da manhã. As nove vem o treinamento de quatro horas com Gaela Hourcq, encarregada dos cavalos no explora e que lidera a formação equestre para os guias. Em dez dias, todos devem aprender a montar a cavalo, fazê-lo sem estribos e conhecer a linguagem dos cavalos, Gaela explica. “Para alguns grupos, o desafio é maior porque eles vêm com menos experiência. Este grupo tem conseguido se superar pela sua boa vontade”, diz a francesa. Hans (La Serena, Chile), por exemplo, outro dos próximos guias, é professor universitário de Inglês e nunca tinha se subido em um cavalo. No entanto, em menos de uma semana conseguiu galopar, ele comenta agradecido pela confiança que lhe deu a instrutora.

Entrenamiento a caballo, Escuela de GuíasApós os cavalos vêm as apresentações e atividades outdoor que procuram melhorar as suas condições físicas para liderar caminhadas e explorações de bicicleta. Todos os dias durante dez dias. Os responsáveis por este treinamento são a Jessica Dill, Romina Da Pieve e Alvaro Mendez que compõem a equipe outdoor. Durante a Escola de Guias, apoiam e avaliam a os guias, além de convidar especialistas em cada uma das disciplinas que devem aprender como historiadores, geólogos, astrônomos e fisioterapeutas.

Após a conclusão deste primeiro processo de aprendizagem, os guias saíram para Atacama para aperfeiçoar seu treinamento e ser especialistas em o que deverão fazer a partir de janeiro 2017, quando explora Atacama volta a abrir as suas portas. Como disseram a eles durante a Escola de Giuas “vocês são explora para os viajantes” e eles sabem disso. O treinamento deve ser perfeito.

Subscreva a explora News. Receba nossas notícias todos os meses.