Uma viagem para o qual vale a pena ficar em forma
Noticias
janeiro 15, 2016

explora Patagônia: Uma viagem para o qual vale a pena ficar em forma

O portal de viagens Americano Jetsetter publicou um ranking das 12 viagens para as quais vale a pena entrar em forma, e o Parque Nacional Torres del Paine na Patagônia é classificada como número cinco.

Todos os anos, é a mesma historia. No início de janeiro, começamos com toda a energia e nos propomos cumprir infinitas metas. Certamente fazer dieta e mais exercício está na lista de muitos, mas as desculpas para deixar de lado estes objetivos nunca faltam. Aqui sugerimos uma motivação que realmente vale a pena.

Tal como foi publicado pelo Jetsetter no seu website, as viagens são um tremendo empurrão para entrar em forma e no explora acreditam que sair ao encontro com a natureza e viver essa experiência é um luxo que merece os esforços que sejam necessários.

Hiking ao coração do Maciço

A exploração ao Valley Francês Plateau é uma das mais lembradas pelos nossos viajantes. A aventura começa de manhã cruzando o Lago Pehoe em um catamarã exclusivo do explora. Durante a duração da travessia, a água azul-turquesa é o avanço para as maravilhas que são vistas ao longo da aventura.

Depois de ter cruzado o lago, começa a caminhada de 19 quilômetros de ida e volta- por um caminho rodeado de florestas nativas e com um maravilhoso pano de fundo: los Cuernos del Paine. No final do caminho para o Glaciar Francés, a subida torna-se um pouco mais íngreme, mas abandonar o desafio justo naquele momento seria uma pena. Se você realmente deseja obter um assento na primeira fila para os espetáculos da natureza, você deve fazer a sua parte. Se você continua, vai chegar ao coração do maciço: uma varanda com vista para o glaciar pingente do qual ocasionalmente se desprendem enormes pedaços de gelo. O barulho gerado vai tirar o fôlego e dar-lhe energia para o caminho de volta.

lunch

Hiking Base Torres

Este passeio é um dos mais exigentes do explora Patagônia, mas oferece uma vista pela qual as pessoas de todo o mundo viajam milhares de quilómetros. A exploração começa com um traslado em van por um dos lugares no parque onde há mais avistamentos de animais. É uma espécie de safari onde os viajantes vão ver guanacos, diferentes tipos de aves e se a sorte está do seu lado, poderia encontrar um puma, um dos animais mais evasivos nesta região.

Uma vez terminado o translado, começa a caminhada até a base das Torres del Paine. São 18 quilômetros percorrendo entre maravilhosas vistas panorâmicas. A melhor recompensa para esse esforço é um piquenique ao pé das imponentes torres.

Você tem coragem de aceitar o desafio?

Revise nossas explorações em: explorações.

Subscreva a explora News. Receba nossas notícias todos os meses.