Equipe outdoor realiza primeira avaliação aos próximos guias
Noticias
maio 2, 2016

Equipe outdoor realiza primeira avaliação aos próximos guias explora

No sábado passado, 30 de abril, a equipe outdoor do explora junto com os pré-selecionados para a nossa escola de guias subiram o cerro Manquehue. O objetivo da atividade foi o de avaliar a sua condição física e habilidades para serem os próximos guias do explora Patagônia, Atacama e Rapa Nui.

evaluacion guias

Por volta das 8:15 da manhã começaram a chegar os candidatos. Com diferentes motivações e dos campos laborais mais diversos, os 40 postulantes vieram com sua mochila, roupas adequadas, e a vontade de mostrar que querem fazer parte da equipe.

Maria é uma jovem Argentina, têm seis meses morando no Chile e quer ser guia do explora. Aos 30 anos, Mary tomou um ano sabático para viajar pelo mundo. Ao voltar para casa, ela percebeu que a situação económica não era favorável e decidiu pegar a suas coisas e cruzar a cordilheira. Ela atualmente trabalha em uma agência de viagens e entre os hotéis que vende, esta o explora. Ela conta que entrou varias vezes a www.explora.com para ver se tinha algum lugar para ela e, de repente viu que estávamos procurando guias. Ela gostaria de “juntar o que ela gosta de fazer com o trabalho.” Para ela, estar na natureza e mostrar a suas riquezas são o melhor.

Marcela, outra das candidatas, trabalhou como recepcionista no explora Atacama até setembro de 2015. Durante a sua estada lá, sempre gostou da ideia de ser guia. A primeira vez que soube do explora foi no ano 2001, quando ela visitou San Pedro de Atacama com sua família. Atualmente trabalha como um guia freelance no deserto e diz que “esta atividade é uma boa chance para medir as nossas capacidades, mas também uma muito boa oportunidade de nos conhecer”.

Quando começou o processo de recrutamento, Diego recebeu a notícia de que no explora estavam buscando guias através de uma amiga, e ficou entusiasmado com a ideia de trabalhar desenvolvendo a sua paixão pela natureza. Diego é de Buenos Aires e leva 2 anos trabalhando no Chile, em uma companhia que oferece serviços de inteligência de negócios. Aos 32 anos, ele acredita que deixar um pouco a sua carreira para fazer algo que ele realmente gosta, lhe faria bem. Ele sempre se perguntou o que aconteceria se ele o fizesse, como si ele sentisse que tem algo pendente. Para ele, a filosofia explora, encaixa com seu modo de pensar. “Encontrar o luxo no essencial, na natureza e na simplicidade, esta é a maior riqueza”.

A professora universitária de ética Gabriela Arriagada fala com outros candidatos. Do seu ponto de vista, todos estão lá porque querem fazer algo diferente, sair das suas rotinas e desenvolver a sua paixão pela natureza.

Christopher viajou do Parque Nacional Torres del Paine para esta atividade. Ele é atualmente assistente de guia e o motiva a ideia de poder mostrar o que o nosso país oferece, além de conhecer outras culturas.

A atividade durou cinco horas, durante as quais os candidatos subiram o cerro Manquehue junto a quatro avaliadores, que tinham a missão de ir avaliando suas condições e habilidades, além de conversar com eles para saber o que são as suas motivações para estar lá.

No final, 24 deles foram selecionados para passar para a terceira fase de seleção. Entre hoje e amanhã, eles receberão um e-mail com a notícia. Agora eles deverão enfrentar duas entrevistas e uma avaliação física. Uma vez terminado o processo, os selecionados para a Patagônia e Rapa Nui viajarão no final de junho para os destinos, e no final de agosto irão juntar-se com os futuros guias de Atacama em Colunquén.

Boa sorte no restante do processo.

 

Subscreva a explora News. Receba nossas notícias todos os meses.